Eu sempre tive o sonho de conhecer Londres e, lá em 2008, quando a primeira oportunidade de viajar para a Europa surgiu, a capital da Inglaterra estava no topo da lista das cidades que eu queria visitar.

A primeira impressão de Londres não foi das melhores, preciso confessar. Achei a cidade muito cinza e fria, mas depois da viagem de 2008 voltei à Londres outras duas vezes e minha opinião mudou completamente!

Se você tem alguma dúvida se vale mesmo a pena fazer as malas, aqui estão 14 motivos para você conhecer a cidade da rainha. 

Reserve pelo menos uma semana para ficar em Londres porque a cidade é incrível e há muito o que fazer. Tenho certeza que você vai adorar!

Big Ben Londres Inglaterra

1. Assistir a troca da guarda no Buckingham Palace

Um dos programas mais tradicionais para se fazer na terra da rainha é assistir a cerimônia da troca da guarda no palácio de Buckingham. 

O palácio de Buckingham é a residência oficial da família real inglesa e a cerimônia da troca da guarda é o “teatrinho” cuidadosamente coreografado da substituição dos guardas que protegem o palácio. Tem bandinha, cavalaria e entrega das chaves do palácio. Bem bonitinho e divertido!

A troca da guarda acontece em dias alternados, às 11:00 da manhã. Verifique os dias no site oficial para não perder a viagem. Eu recomendo que você chegue no palácio por volta das 10:30 para pegar um bom lugar, pois o lugar normalmente fica lotado.

Troca da guarda no palácio de Buckingham Londres Inglaterra

2. Andar de metrô (e usar o Oyster Card)

O metrô de Londres é um símbolo da cidade! O tube, como é carinhosamente chamado pelos londrinos, é o sistema de metrô mais antigo (foi inaugurado em janeiro de 1863) e extenso do mundo, com 268 estações e aproximadamente 400 km de extensão.

Você consegue ir para praticamente qualquer parte de Londres através do metrô com bastante rapidez e sem atrasos.

Para se locomover em Londres, seja de metrô ou de ônibus, a melhor opção é adquirir um cartão Oyster. Existem dois tipos de Oyster Cards: um para visitantes (você deve comprar o cartão online antes da sua viagem e recebe ele no endereço que você indicar na hora da compra) e o Oyster Card normal que os londrinos usam (ele pode ser adquirido em diversas lojas ou nos aeroportos de Londres). Para usar o cartão você só precisa colocar crédito nele.

Usar o Oyster é mais econômico de que pagar a passagem em dinheiro. Para decidir qual o melhor Oyster para você (dependendo de quantas viagens você vai fazer com o cartão), recomendo a leitura desse texto.

3. Ver as jóias da Coroa na Torre de Londres

A Torre de Londres (London Tower) é o castelo mais antigo da Inglaterra (começou a ser construído em 1080). Já foi fortaleza, palácio real, presídio e hoje é uma das atrações mais visitadas da cidade.

É na Torre de Londres que ficam guardadas algumas das jóias reais da coroa britânica. As jóias são os símbolos do poder da monarquia britânica e possuem um significado religioso e cultural profundo na história do Reino Unido. Além de terem um exorbitante valor estimado.

A coleção de coroas, cetros e colares de ouro e enormes diamantes que chegam a 530,2 quilates é regularmente usada pela rainha Elizabeth em importantes cerimónias nacionais. A beleza das jóias é realmente impressionante! 

4. Tirar fotos do Big Ben

O Big Ben é com certeza o ponto turístico mais fotografado de Londres. Se você voltar para casa sem pelo menos UMA foto do relógio mais famoso do mundo é como se você não tivesse ido a capital inglesa!

Tire muitas fotos do Big Ben e veja se você consegue observar nas imagens a inclinação de 0.26 graus que ela tem. Especialistas descobriam que a torre está se inclinando cerca de 0,9 milímetros por ano!

Curiosidade: apesar do nome Big Ben também ser usado para se referir à torre do relógio, ele é na verdade o nome do sino que fica instalado no Palácio de Westminster. A torre hoje se chama Elizabeth Tower e já foi chama de torre do relógio (Clock Tower).

Big Ben Londres

5. Passear no Hyde Park e dar amendoim aos esquilos

Localizado no centro de Londres, o Hyde Park é o parque mais famoso da cidade, e merece uma boa volta. O parque é bem grande e você provavelmente não vai conseguir conhecê-lo todo em apenas uma visita.

Os pontos mais legais do parque são o lago Serpentine e a área conhecida como Kensigton Gardens com a mansão onde o príncipe Charles e a princesa Diana moravam quando eram casados.

Mas o mais legal desse parque são os habitantes ilustres, os esquilos. Há centenas deles morando ali e eles adoram interagir com os visitantes e até posam para as fotos quando as pessoas lhes dão um amendoim. Muito fofos!

Esquilo no Hyde Park Londres

6. Dar uma volta na London Eye

A London Eye é a roda gigante de Londres que fica localizada do lado sul da margem do rio Tâmisa.

Também conhecida como Millennium Wheel (Roda do Milênio), a roda gigante tem 135 metros de altura e é uma das atrações mais disputadas da cidade. O passeio leva meia hora e vale muito a pena, a vista lá de cima é linda!

Compre os ingressos com antecedência pela internet, assim você evita filas quilométricas e economiza tempo.

7. Ver Londres do alto do The Shard

The Shard é um prédio de mais 310 metros de altura, que foi inaugurado em julho de 2012. O arranha-céu tem a forma de uma pirâmide e fica localizado na região de Southward, próximo a Tower Bridge.

Para ser honesta eu ainda não subi ao The Shard, pois a última vez que estive em Londres ele ainda não estava aberto a visitação. Mas estou louca para voltar, pois um dos meus programas favoritos quando estou visitando uma cidade é vê-lá de cima.

Dizem que a vista do alto do The Shard é uma mas mais espetaculares pois ele é o edifício mais alto da Europa e de toda a União Europeia!

Foto: Fred Mouniguet – https://unsplash.com/@fwed

8. Atravesse a Tower Bridge

Outro cartão postal da cidade é a Tower Bridge. Essa belíssima ponte móvel, construída em 1894, é até hoje considerada uma maravilha de engenharia civil.

A ponte é sustentada por duas torres vitorianas de 42 metros de altura cada, e suas básculas se levantam para dar passagem a embarcações que navegam pelo Rio Tâmisa.

A Tower Bridge pode ser vista em diversos filmes e séries de televisão como ‘O Diário de Bridget Jones’ e ‘Sherlock Holmes’.

Tower Bridge

9. Tomar uma pint em um tradicional pub inglês

As opções de pubs em Londres são tantas que fica até difícil escolher onde ir. Dizem que existem mais de 7 mil deles na cidade.

Tem os pubs mais turísticos como o Sherlock Holmes, até os que ficam famosos por serem frequentados por personalidades londrinas como o The Hawley Arms, que era o pub preferido de Amy Winehouse.

Mesmo quem não bebe cerveja ou bebidas alcólicas, deve visitar um pub londrino. É a melhor oportunidade de interagir com os locais, sem contar que os pubs são sempre bem decorados. Um mais lindo que o outro!

Pub Londres Inglaterra

10. Fazer compras no Camden Town

Alternativo e autêntico é a melhor definição para Camden Town. Com uma atmosfera punk, a região é famosa pelos mercados, que vendem absolutamente de tudo: roupa, comida, cogumelos mágicos, coturnos, vinyls, livros, piercings, antiguidades, souvenirs e muito mais.

Apesar de a área estar se tornando cada vez mais turística ainda é possível encontrar alguns raros tesouros vintage por ali.

Também há diversos estúdios de tatuagem, café, bares e baladas que fazem de Camden uma das regiões mais efervescentes de Londres.

Camden Town Londres

11. Passar uma tarde no Museu de História Natural

Esse é um dos museus de história natural mais incríveis e mais interativos da Europa. Pessoas de todas as idades, desde crianças até idosos se fascinam com a coleção de objetos desse museu.

O passeio começa do lado de fora. É possível ficar horas admirando a beleza arquitetônica do prédio antes de decidir entra.

Do lado de dentro há uma diversidade enorme de material sobre a evolução do planeta terra, incluindo um esqueleto gigante de um tiranossauro rex (maior atração do museu), réplicas de vários outros animais, inclusive uma baleia em tamanho natural além de exibições sobre o corpo humano.

Como a maioria dos museus de Londres, o Museu de História Natural é gratuito. Imperdível!

Museus de Historia Natural Londres Inglaterra

12. Pisar nos dois hemisférios ao mesmo tempo Greenwich 

Greenwich é um parque em Londres que fica localizado no bairro de mesmo nome a 10 quilômetros a sudeste de Londres. O parque é realmente muito bonito e por si só merece uma visita.

Mas o mais interessante desse lugar é o Observatório Real, fundado em 1675. É aqui que se encontra o meridiano de Greenwich ou meridiano principal que divide o globo terrestre em dois hemisférios: ocidental e oriental e determina as horas de todos os lugares do planeta.

Se você tiver a oportunidade de visitar Greenwich não deixe de tirar a clássica foto com um pé em cada hemisfério!

Greenwich Londres

13. Admirar as obras do Tate Modern

O Tate Modern é o museu de arte moderna e contemporânea mais legal da Europa e ainda por cima é gratuito.

Ele abriga uma extensa e excelente coleção de obras de artistas como Pablo Picasso, Francis Bacon, Piet Mondrian, Roy Lichtenstein e Andy Warhol.

O museu fica instalado em uma antiga estação de energia elétrica de Bankside, no distrito de Southwark, às margens do Tâmisa.

Tate Modern

14. Assistir a um musical em Picadilly

Um dos programas mais legais para fazer em Londres, para mim, é assistir um musical em um dos teatros de Picadilly.

Em 2012 assisti o show Jersey Boys, no Prince Edward Theatre, que sempre tem ótimos shows em cartaz. Jersey Boys conta a história do cantor Frankie Valli e do grupo Four Seasons, e sua ascensão ao estrelato e como eles se tornaram uma das bandas mais bem sucedidas da história da música.

Picadilly Londres

Quem tiver outras dicas de atrações e passeios legais na cidade conta aqui nos comentários!

 

Todas as fotos deste post pertencem a Nana Marques (todos os direitos reservados). Copyright Nana Marques.

Deixe uma resposta